Se sentindo esgotado? E com excesso de pressão no trabalho? Conheça seus direitos!

Nos ambientes de trabalho modernos, altamente exigentes e estressantes, muitos profissionais enfrentam um esgotamento emocional severo, conhecido como síndrome de burnout.

Vamos entender o que é burnout, as implicações no trabalho e quais os direitos previdenciários garantidos para quem enfrenta essa situação.

O que é Burnout?

Burnout é uma condição de esgotamento físico e emocional resultante de estresse crônico no trabalho, caracterizado por exaustão, cinismo e sentimentos de ineficácia profissional.

Em 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o burnout como um fenômeno ocupacional, reconhecendo-o especificamente no contexto do trabalho e descrevendo-o como resultado de estresse crônico no trabalho que não foi gerenciado com sucesso.

Auxílio-Doença para Síndrome de Burnout

O auxílio-doença é um benefício concedido a trabalhadores que, por doença ou acidente, estão temporariamente incapazes para o trabalho. No caso de burnout, quando um trabalhador não consegue mais realizar suas atividades devido ao esgotamento severo, ele pode ser elegível para este benefício. Para tal, é necessário:

  • Estar inscrito no INSS.
  • Cumprir a carência de 12 contribuições mensais.
  • Ter um laudo médico atestando a incapacidade para o trabalho.

Como Solicitar o Auxílio-Doença

O primeiro passo é agendar uma perícia médica no INSS para avaliar a condição do trabalhador. Documentos como relatórios e atestados médicos que comprovem o diagnóstico de burnout e a incapacidade para o trabalho são cruciais. A solicitação pode ser feita por meio do portal “Meu INSS” ou presencialmente nas agências do INSS.

O papel do Advogado Especializado

O processo de solicitação de auxílio-doença, especialmente para condições relacionadas à saúde mental como o burnout, pode ser complexo e muitas vezes frustrante.

Pedidos podem ser negados por inadequação da documentação ou falta de compreensão sobre a condição.

Por isso, a assistência de um advogado especializado em direito previdenciário é fundamental. Um advogado pode ajudar a organizar os documentos necessários, orientar no processo de solicitação e, se necessário, recorrer de decisões negativas.

Conclusão

Lidar com burnout é desafiador, e enfrentar o processo burocrático para obter auxílio-doença pode adicionar uma camada extra de estresse.

A contratação de um advogado especializado não só simplifica esse processo como também aumenta as chances de sucesso na obtenção do benefício.

Se você está sofrendo de burnout e precisa de suporte para garantir seus direitos, não hesite em buscar apoio jurídico qualificado.

Em todos os casos, você pode ter a CMP Prev ao seu lado através de um auxílio e uma assessoria em Direito Previdenciário. Entre em contato com nosso time de advogados especialistas para agendar um atendimento personalizado!

Clique aqui e fala com um especialista

Fonte: CMP Advocacia Previdenciaria

O post Se sentindo esgotado? E com excesso de pressão no trabalho? Conheça seus direitos! apareceu primeiro em Informativo Empresarial.