Lean Learning: um dos segredos para o crescimento real das pessoas e das empresas no mundo atual

Publicado em: 16 de outubro, 2023

“A única forma de vencer é aprender mais rápido que qualquer outra pessoa.”

Eric Ries

A afirmação de Eric Ries, autor de “The Lean Startup”, que marcou uma geração inteira de empresas de tecnologia em busca de fit e escala à velocidade da luz, se mantém firme e forte na busca pela sustentabilidade dos times e negócios.

A ascensão da mentalidade ‘Lean’ e seu impacto nas empresas

O livro de Ries foi o primeiro que li quando decidi me tornar uma pessoa de Produto, em 2011. Na época, estava vendo os caminhões de dinheiro que meus clientes de e-commerce e novos modelos de negócios online estavam despejando em mídia online sem perceber que tinham baldes furados por onde perdiam clientes e, consequentemente, tempo de vida de suas empresas.

De lá pra cá, muita coisa mudou e não foi diferente em tecnologia. Nos últimos anos os CTOs empurraram bastante a pauta do Continuous Deployment e, com isso, as empresas tiveram a oportunidade de ficar mais ágeis e mais enxutas. Não quer dizer que todas ficaram ou que tenham atingido seu nível máximo de eficiência em aprendizado constante a ponto de evitar não encontrar fit ou um jeito de escalar antes de ficar sem caixa, mas evoluíram muito.

A realidade da era tecnológica: Ser ágil é a única opção e demanda atenção de todas as áreas

Enquanto os CTOs precisam se preocupar com a estrutura tecnológica capaz de entregar continuamente para proporcionar possibilidade de experimentações contínuas, CPOs e CMOs precisam desenvolver em seus times o mindset de validação de hipóteses e granularização das ideias de soluções, sempre procurando o máximo aprendizado com o esforço adequado. Mas e o resto da empresa? Tornar a empresa ágil e enxuta é um compromisso de todos. Inclusive do CHRO.

Trabalhar de forma enxuta, ou seja, precisa, granular e buscando aprendizado contínuo não é uma opção. É uma questão de sobrevivência. E as habilidades necessárias para esse mundo estão declaradas aos quatro ventos, basta olhar para as habilidades do futuro, que o Fórum Econômico Mundial revisita com frequência e que hoje é influência para a educação no mundo todo.

A lacuna que o desenvolvimento profissional tradicional deixa nas empresas

Enquanto a necessidade é de ser muito eficiente e não promover carga cognitiva desnecessária nos profissionais que já estão abarrotados, um olhar mais atento às estatísticas revela uma desconcertante realidade: 88% dos funcionários apontam que os programas de desenvolvimento profissional não oferecem as habilidades práticas necessárias para suas funções e sabemos que 75% do que consumimos de conteúdo é esquecido em 6 dias se não praticarmos.

Muitos desses problemas se originam em métodos de treinamento inadequados, que fornecem conteúdo genérico, desvinculado das necessidades reais do mercado e dos desafios emergentes.

Os 4 pilares da nova mentalidade da área de T&D nas empresas

À medida que as empresas buscam soluções, torna-se evidente a necessidade de uma reformulação profunda na abordagem do aprendizado corporativo que precisa ser muito além dos cursos, treinamentos e conteúdos disponibilizados:

Preciso: Considera o indivíduo

O desenvolvimento deve atender às necessidades específicas de cada indivíduo, reconhecendo suas forças e lacunas e alinhando-se a um ambiente empresarial dinâmico.

Granular: Atendendo demandas constantes com profundidade

Em um cenário de demandas frequentes, a segmentação do aprendizado em pequenas unidades, similares ao modelo de master education, permite abordar tópicos de forma mais profunda, atendendo às necessidades específicas e garantindo uma compreensão mais sólida.

Contínuo: Está sempre presente para o profissional quando ele precisa

Em um mundo onde a única constante é a mudança, o aprendizado não pode ser episódico. Ele deve ser entrelaçado no tecido do dia a dia dos funcionários, permitindo-lhes adquirir novas habilidades e atualizar conhecimentos existentes em tempo real.

No flow de trabalho: Baseado em problemas reais

Em um mundo em constante mudança, o aprendizado deve ser uma rotina diária, permitindo que os funcionários atualizem e adquiram habilidades sempre que necessário.

O papel do CHRO e do CTO no desenvolvimento contínuo dos profissionais

Estes pilares acabam se encontrando com todas as melhores práticas de educação e o profissional que mais aplica isso hoje é o CTO, que quase sempre tem um Notion preparado com micro trilhas de aprendizado para temas essenciais para os membros do seu time.

Em um mundo em constante evolução, o aprendizado contínuo é a única constante que garante a relevância e a competitividade e as empresas mais inovadoras em desenvolvimento de talento já entenderam que CHROs e CTOs precisam trabalhar juntos. É estratégico para o negócio e todo mundo tem a ganhar com essa aproximação.

No trabalho e na vida, a gente tem um mundo para aprender a cada dia. Cabe à nós criar estrutura para aproveitar as oportunidades.

Endeavor.org.br

O post Lean Learning: um dos segredos para o crescimento real das pessoas e das empresas no mundo atual apareceu primeiro em Informativo Empresarial.