Esta empresa usa IA para conceder créditos a pessoas sem histórico financeiro

A concessão de crédito no Brasil pode estar à beira de uma nova fase com o uso de inteligência artificial. Tradicionalmente, é necessário um histórico financeiro robusto para conseguir recursos de qualquer instituição financeira, mas uma parceria entre a empresa de inteligência de dados Cinnecta e a cooperativa Grandes Rios MT/PA/AM do Sicredi age diretamente na contramão dessa dinâmica tradicional, oferecendo crédito para pessoas que não conseguiriam pelo meio tradicional.

Ricardo Ferreira, um dos fundadores da Cinnecta, explicou em entrevista exclusiva à EXAME que o conceito por trás da plataforma Cinnecta Revenue é observar o indivíduo sob várias óticas, integrando variáveis comportamentais e transacionais à análise de crédito. “A gente coloca o cliente no centro e constrói um perfil detalhado sobre o indivíduo: perfil, hábitos, preferências, etc”, explica.

A recomendação seria uma análise de risco e recomendação do que fazer – conceder crédito, não conceder, ou avaliar mais profundamente. Mas a plataforma não se limita a isso e pode também, por exemplo, oferecer cartões de créditos com limites condizentes à situação de cada cliente. “Fazemos recomendações ao longo de toda a jornada desse indivíduo com a empresa”, diz o executivo.

A iniciativa já impactou mais de 10 mil famílias nas 30 cidades de atuação da unidade – foram concedidos mais de 100 milhões de reais em crédito até o momento, e o índice de inadimplência reduziu em 2 vezes

Inteligência artificial usa posts nas redes sociais para fazer análise de crédito

Para chegar em uma análise, o Sicredi usa a plataforma da Cinnecta para entender e gerar recomendações para seus clientes, baseando-se em perfis detalhados que incluem informações comportamentais e hábitos. A precisão dos dados foi garantida por testes controlados. Inicialmente, a instituição adotou o método numa escala menor, com um grupo de controle, comparando a performance de crédito desse grupo com outro grupo similar. 

Para o cliente, pode haver receio em confiar na plataforma – afinal, caso a instituição financeira empreste o dinheiro, o valor deve ser pago de volta com juros em um tempo determinado. Mas Ferreira garante que a Cinnecta Revenue vai além e oferece opções além da concessão de crédito, que não é possível para todo tipo de perfil.  “O cliente final vai confiar na recomendação com base na relevância e aderência ao que ele precisa. Se uma plataforma de entretenimento te recomendar séries que não fazem sentido para você, rapidamente você perde a confiança naquela recomendação. O contrário também é verdadeiro. Se a plataforma recomenda algo relevante, você passa a confiar mais.”

Aquisições para crescer

De Belo Horizonte, a Cinnecta foi adquirida pela Matera, que oferece soluções de TI para o mercado financeiro, em agosto de 2023. A empresa-mãe atingiu receita de R$ 383 milhões em 2023, crescimento de 30% em relação ao ano passado.

A companhia mineira planeja expandir a plataforma para outras cooperativas do Sicredi e instituições financeiras. A Cinnecta também está explorando novas formas de utilizar dados –, como identificar o comportamento de uma pequena cidade com base na economia local, o que auxilia na oferta de produtos relevantes – que podem vir a se tornar produtos em 2025. 

Fonte: Exame Você RH

O post Esta empresa usa IA para conceder créditos a pessoas sem histórico financeiro apareceu primeiro em Informativo Empresarial.